APÓS 39 DIAS, RIO GRANDE DO NORTE VOLTA A REGISTRAR MORTES POR COVID

Após 39 dias seguidos sem nenhuma morte por Covid, o Rio Grande do Norte voltou a registrar novos óbitos pela doença nesta segunda-feira (23).

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), duas mortes foram confirmadas nas últimas 24 horas - uma em Angicos e outra em Mossoró - fato que não ocorria desde 14 de abril.
Esse foi o maior período, desde o início da pandemia, em 2020, que o estado passou sem ter novos óbitos por Covid.
No último dia 14 de maio, o estado havia completado um mês sem mortes pela doença.
A melhora nos índices se deve, segundo à Secretaria de Saúde, à ampla adesão à campanha de vacinação contra a Covid.
Com as mortes registradas nas últimas 24 horas, o estado chegou a 8.199 potiguares que perderam a vida para a doença. A primeira morte foi registrada em março de 2020.
O boletim epidemiológico desta segunda apontou ainda que o estado teve 10 novos casos confirmados da doença, totalizando mais de 504 mil desde o início da pandemia.
Ocupação de leitos
O Rio Grande do Norte tem, nesta segunda-feira (23), 24% dos leitos públicos de UTI para Covid ocupados. A maior porcentagem está na Região Oeste, com 30%, enquanto a Região Metropolitana tem 22%.
Os dados estão no Regula RN, plataforma que monitora em tempo real as internações no estado. Não há dados sobre a região Seridó.
Vacinação
De acordo com a plataforma RN+ Vacina, o estado tem nesta segunda 93% das pessoas vacinadas com dose única ou um das doses contra a Covid e 84% das pessoas com a imunização completas, com as duas doses.
A plataforma ainda indica que 48% dos potiguares também já tomaram a dose de reforço, chamada de terceira dose.
Além disso, outros 166.105 potiguares também já receberam a quarta dose da vacina. G1RN

whatsapp