LEISHMANIOSE - PREVENIR É PROTEGER; EXPLICA LARRY RODRIGUES

A Leishmaniose é uma doença transmitida tanto aos cães quanto ao homem pela inoculação de um protozoário por meio da picada do inseto popularmente conhecido como mosquito-palha ou birigui, cientificamente chamado de Lutzomyia longipalpis.

Parece complicado? Vamos simplificar. Na prática, o protozoário denominado Leishmania parasita as células de defesa do organismo do cão ou do homem causando uma série de sintomas e levando a alterações em órgãos vitais. As crianças são as principais vítimas da Leishmaniose, que é uma doença crônica e, se não tratada, leva à morte em 90% dos casos.

Como a Leishmaniose é transmitida?
A Leishmaniose pode ser transmitida para o cão e para o homem e ocorre somente por meio da picada do mosquito-palha.
Não existe a transmissão direta, sem a picada do mosquito, tanto entre seres humanos, entre cães ou dos cães para os seres humanos e vice-versa.

Como prevenir a Leishmaniose em seu cão?
Estudos comprovam que a medida mais eficaz de prevenção da transmissão da Leishmaniose para o cão é pela proteção contra a picada do mosquito-palha, inseto transmissor da doença. Essa proteção é feita pelo uso de produtos veterinários que contêm substâncias com a propriedade de repelir o mosquito-palha. Alguns destes produtos causam também a morte desse inseto e controlam a população enquanto protegem o cão.
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconizam a Deltametrina como princípio-ativo para o combate do mosquito. Ela age como repelente e inseticida do mosquito-palha.

Como prevenir a Leishmaniose em sua família?
A prevenção da transmissão da Leishmaniose em humanos é feita por meio de medidas que evitam as picadas do mosquito-palha e controlam a sua população.
As principais recomendações são colocar telas finas em portas e janelas de casa, retirar diariamente fezes dos animais, folhas e frutos em decomposição do quintal da casa, pois as larvas do mosquito-palha se desenvolvem em matéria orgânica decomposta, evitar a exposição ao mosquito, principalmente ao anoitecer e no início da noite, quando eles saem dos esconderijos para picar e têm sua maior atividade. Para quem mora em propriedades rurais, mais uma dica importante: manter o galinheiro e outros abrigos de animais limpos e afastados da casa.

whatsapp