MECÂNICO É PRESO EM FLAGRANTE SUSPEITO DE IMPORTUNAÇÃO SEXUAL EM MACAÍBA

Um mecânico de 31 anos de idade foi preso em flagrante suspeito de importunação sexual no município de Macaíba, na Grande Natal. Ele foi detido nesta sexta-feira (22) na oficina onde trabalhava, na capital potiguar.
De acordo com o delegado de Macaíba, Cidórgeton Pinheiro, pelo menos três mulheres registraram boletins de ocorrêcia na unidade por crimes cometidos pelo mecânico. Mas o delegado acredita que há mais vítimas.
"Semanalmente dois ou três eventos apontavam para a atuação desse suspeito. Nós esperamos que agora, com a divulgação da prisão dele e também com a veiculação da imagem tanto do veículo utilizado por ele, que era sempre o mesmo e que estava escondido na tarde hoje quando fizemos a abordagem, como do próprio suspeito, isso seja possível [a aparição de mais vítima]", explicou.
"Que as vítimas venham à unidade policial, formalizem esse reconhecimento e aí permitam a instauração de novos inquéritos e a responsabilização dele. Quanto quanto mais vítimas tivermos com reconhecimento formal, mais inquéritos, mais responsabilização, mais condenações penais", reforçou.
Como agia
Segundo o delegado, a atuação era sempre da mesma forma: ele passava de moto pela vítima, quando ia ou voltava do trabalho, e a abordava - às vezes com uma arma de fogo.
"Durante o o percurso dele para o trabalho, ele abordava as vítimas. Em alguns momentos com um simulador ou uma arma de fogo - nós não conseguimos apurar este este material ainda -, e em seguida ele apresentava os seus órgãos genitais", explicou.
"Ele também fazia abordagens ofensivas dizendo que ia pegá-las, que iria de alguma forma molestar a vítima causando um temor muito grande".
No município de Macaíba, há registros de casos em bairros como Mangabeira, Manoel Dias e Auta de Souza.
O delegado disse que pediu a conversão da prisão temporária em preventiva. A pena pelo crime de importunação sexual varia de 1 a 5 anos de prisão.
Vítima reconhece suspeito
Uma das vítimas, que preferiu não se identificar, reconheceu a vítima na Delegacia de Macaíba. Ela contou que estava próxima à BR-101, em Macaíba, quando o mecânico passou em uma moto e voltou para abordá-la, quando viu que ela estava só.
"Ele parou na minha frente, baixou o short, e mostrou os órgãos genitais. No que ele foi baixando, eu vi que tinha uma arma. Aí eu fui afastando para trás e ele foi saindo. Foi o tempo que eu liguei pro meu esposo na parada", contou.
Ela se disse mais aliviada com a prisão do suspeito, mas lamentou o fato de ter sido vítima desse tipo de crime.
"A gente não tem segurança em lugar nenhum. Naquele dia eu fiquei acabada, passei o dia inteiro chorando", disse. G1RN

whatsapp