JUÍZA ENCONTRADA MORTA NO PARÁ TRABALHAVA NO RN HÁ 6 ANOS

A juíza Mônica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira, que foi encontrada morta dentro de um veículo no estacionamento de um prédio em Belém, no Pará, nesta terça-feira (17), trabalhava no Rio Grande do Norte há seis anos.

A magistrada de 47 anos era titular da Vara Única de Martins, município da Região Oeste do estado, onde ocupava também a diretoria do fórum daquela comarca.
Em nota, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte lamentou a morte da juíza, integrante do seu quadro.
"O presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Vivaldo Pinheiro, lamenta a morte da magistrada Mônica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira, 47 anos, ocorrida no Estado do Pará. Natural de Barra de Santana, na Paraíba, a magistrada ingressou no Poder Judiciário do RN em 2016, era titular da Vara Única de Martins e ocupava a diretoria do fórum daquela comarca", diz a nota.
"Em nome de todo o Poder Judiciário do RN, o desembargador presidente se solidariza com parentes e amigos neste momento de perda e dor", complementa.

whatsapp