FUNCIONÁRIO TEM MÃO AMPUTADA E OUTRO PERDE TRÊS DEDOS APÓS EXPLOSÃO DE BOMBA JUNINA NO RN

Um homem de 20 anos de idade perdeu uma das mãos e outro de 21 perdeu três dedos após uma bomba de São João explodir em uma fábrica clandestina de fogos de artifício. O caso aconteceu na noite de quarta-feira (25) em São Paulo do Potengi, no interior do Rio Grande do Norte.

De acordo com as informações da 1ª Delegacia Regional de São Paulo do Potengi, os dois trabalhavam na fábrica e realizavam um teste de uma bomba num terreno baldio quando aconteceu o acidente.
Após a explosão, eles foram socorridos e transferidos para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, onde foram internados.

O homem de 20 anos de idade, além de perder uma das mãos, ficou gravemente ferido também em um dos pés.
Após o episódio, policiais civis da 1ª Delegacia Regional de São Paulo do Potengi fizeram uma fiscalização no local da fábrica e apreenderam fogos de artifício e materiais utilizados na fabricação dos produtos.
Até a atualização mais recente desta matéria, a delegacia não havia contabilizado o material apreendido. As investigações iniciais apontam que a bomba que feriu os dois estava acoplada a um outro recipiente, como uma lata.
De acordo com o delegado Gustavo Cavalcanti, a estimativa é de que a fábrica funcionava no local há cerca de 15 dias.
O "proprietário" da fábrica foi identificado e um inquérito policial foi instaurado para apuração dos fatos. O depósito ficava num trecho de uma das entradas da cidade, próximo ao IFRN do município. A investigação seguirá com a 1ª Delegacia Regional de São Paulo do Potengi. G1RN

whatsapp