POPULARES DIVULGAM NO WHATSAPP BLITZ REALIZADA PELO NORE NA RN-233 EM PARAÚ

Da redação - Assú Notícia: Uma equipe de fiscalização do Núcleo de Operações Rodoviário Estadual - NORE, esteve na manhã de terça-feira 28 de Dezembro de 2021, realizando uma blitz na RN-233 quase na entrada da cidade de Paraú, no Oeste Potiguar.

Os policiais de trânsito estavam cumprindo a lei, em um trabalho de fiscalização, e ao mesmo tempo de realizar abordagens e tentar identificar algum veículo com queixa de furto ou roubo, e até mesmo foragidos da justiça.

Nos últimos meses, Paraú vivenciou uma sequência de crimes em residências, furtos, roubos de veículos, dinheiro e outros objetos. A presença dos agentes do NORE, correspondem a decadência do pouco efetivo na polícia militar do Rio Grande do Norte, e essas abordagens são objetivadas em encontrar delinquentes.

Alguns integrantes de grupos no whatsapp propagaram a divulgação da blitz, confrontando a moralidade e até mesmo infringindo o artigo 265 do código penal brasileiro. 

Uma prática bastante comum atualmente é avisar os pontos de blitz pelas redes sociais, especialmente em grupos do aplicativo WhatsApp. Mas o que boa parte da população desconhece, é que esse ato é considerado crime previsto no Código Penal e existe punição.

Outra forma de alerta bastante comum, é quando um motorista usa os faróis do carro para indicar ao condutor que vem em sentido contrário sobre fiscalização policial, eletrônica ou interdições na pista. Entretanto, o uso das redes sociais para este tipo de atitude irregular vem ganhando espaço a cada dia que se passa.

“Art. 265 - Atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública: Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa.”

O artigo versa sobre a proibição de atentar contra a segurança. Blitz ocorre, justamente, para garantir a segurança dos motoristas nas estradas, dado que averiguam se existem pessoas que estão dirigindo sob influência de álcool e/ou drogas, com documentação vencida, sem o uso de instrumentos de segurança, entre outras situações.


whatsapp