ELEMENTO MORRE AO CONFRONTAR POLICIAIS MILITARES DO 10º BPM EM ABORDAGEM NO BAIRRO PARATI 2000

Da redação - Assú Notícia: Um elemento morreu ao confrontar policiais militares no final da tarde deste sábado, 15 de Maio de 2021, próximo ao Mercadinho do Pica Pau, no bairro Parati 2000, na cidade de Assú. Segundo informações, os policiais do 10º BPM sob o comando do Tenente Coronel Maximiliano Luiz, havia recebido informação de que um individuo estava com arma de fogo em mão e se exivindo em via pública.

Guarnições do GTO e Força Tática se deslocaram até o local para averiguar a informação, tendo o individuo identificado como Nelson Gomes Fonseca, visualizado as guarnições chegando, e foi justamente nesse momento que o infrator adentrou uma residência atirando contra os policiais militares. Houve o revide por parte dos policiais militares, alvejando o infrator, que foi socorrido pelos PMs para a Unidade de Pronto Atendimento - UPA do Alto Sao Francisco, onde já chegou sem vida. Um revólver foi apreendido, como também uma quantidade de drogas. 

O individuo que morreu em confronto com a polícia, já foi preso no dia 17 agosto de 2018, sob envolvimento na morte do policial militar Ildonio crime ocorrido no dia 16 de agosto de 2018 na RN-117, entre as cidades de Caraúbas e Governador Dix-Sept Rosado, na região Oeste potiguar. O policial estava a caminho de uma faculdade em Mossoró quando foi identificado pelos bandidos, retirado do veículo, deitado no chão e executado com vários tiros. O último disparo, na cabeça, foi de espingarda calibre 12.

Os policiais haviam prendido um bando de criminosos na BR-110, em Campo Grande, que tinham envolvimento na morte do policial. Os criminosos na época, vinham para Assú, para fugirem para Natal. Na época,  em Assú os policiais prenderam o coiteiro identificado como Nelson Gomes Fonseca, que estava esperando o bando para dar fuga para Natal.

Na época, a Polícia conseguiu interceptar vários áudios entre Nelson Gomes Fonseca e o bando. Ele estava aguardando os indivíduos na cidade de Assú, para posteriormente dar cobertura ao bando para fugir para Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte.


whatsapp