SETOR DE ZOONOSES EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO APÓS MATÉRIA NO ASSÚ NOTÍCIA

Da redação - Assú Notícia: O setor de ENDEMIAS da prefeitura do Assú, emitiu uma nota e enviou ao ASSÚ NOTÍCIA em relação a matéria veiculada neste meio de comunicação com o seguinte título 'CÃES ESTÃO SENDO MORTOS E COLOCADOS EM TAMBORES NO SETOR DE ZOONOSES EM ASSÚ Abaixo, segue a nota explicativa com a versão do setor de ENDEMIAS.
NOTA DE ESCLARECIMENTO
A leishmaniose visceral é uma doença parasitária, transmitida pelo mosquito Palha, que acomete os seres humanos e animais, considerada assim, uma importante zoonose em saúde pública e a eutanásia de cães é uma das medidas de saúde pública, direcionadas ao controle do reservatório canino, recomendadas a todos os animais com sorologia positiva ou parasitológico positivo, pelo Ministério da Saúde.
Vale destacar ainda que os cadáveres de animais submetidos à eutanásia ou que tiveram morte devido à leishmaniose, deverão ser considerados como resíduos de serviços de saúde, devidamente classificado de acordo com RDC 306/2004. Para tanto, o município de Assú, realizou contrato com uma empresa especializada em recolhimento e destinação desses resíduos, visando tanto a saúde da população quanto a do meio ambiente.
A empresa fornece, semanalmente, seis recipientes (bombonas) identificados, com tampa, contendo um sistema de vedação adequado que evitam vazamentos e resistem às ações de punctura e ruptura. Dois desses recipientes são destinados ao acondicionamento de materiais infectantes, de uso hospitalar, e se localizam nas dependências do Centro Clínico e os demais são utilizados exclusivamente para acondicionamento dos animais positivos para leishmaniose e que foram submetidos à eutanásia, localizados em espaços diferentes daqueles utilizados para acondicionar materiais hospitalares
O procedimento de eutanásia ocorre sempre às quartas-feiras, dia que antecede a substituição das bombonas, ou seja, o recolhimento se dá em até 24 horas e tem como destino a incineração (cremação), o que corrobora com as imagens enviadas pelo denunciante a este blog.
O Setor de Endemias e seus profissionais trabalham em conformidade com a legislação vigente e cumpre com as regulamentações e orientações repassadas pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP). Entretanto, de forma dolosa, os servidores públicos que atuam nesse departamento são constantemente atacados por inverdades que denigrem a imagem do Setor e põem em descrédito todo um trabalho em prol do coletivo.
Informamos que a Secretaria de Saúde irá acionar as medidas cabíveis para investigar a violação dos materiais que estavam devidamente armazenados no aguardo do recolhimento pela empresa especializada, visto que a abertura dessas bombonas por pessoas não autorizadas pode trazer riscos a saúde humana, animal e ambiental.  

whatsapp