POLÍCIA CIVIL APREENDE QUATRO FUZIS ENTERRADOS EM SÍTIO NO INTERIOR DO RN

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) apreenderam quatro fuzis enterrados dentro de caixas em uma propriedade rural desabitada entre os municípios de João Dias e Antônio Martins, no interior do Rio Grande do Norte.

De acordo com a Polícia Civil, foram encontrados três fuzis 556 e um AK-47 no sítio. A apreensão aconteceu no sábado (23).
A ação fez parte da 4ª fase da Operação Sinaloa, que combate o tráfico de drogas com atuação principalmente no Nordeste. Em 2021, uma das ações policiais, no interior da Bahia, culminou com a morte de dois irmãos da prefeita de João Dias, Damária Jácome e a prisão de outro.
Segundo a Polícia Civil, o sítio onde o armamento foi encontado neste sábado pertence à família Jácome.
A apreensão aconteceu após a polícia receber uma denúncia de uma possível chacina na região.
Segundo a Polícia Civil, a informação apontava para um crime semelhante ao que ocorreu em 13 de janeiro de 2019, quando quatro homens foram mortos a tiros em uma praça de alimentação no centro de João Dias por um grupo criminoso de pelo menos cinco assassinos. Outras duas vítimas conseguiram escapar.
Outras prisões
A Deicor deflagrou a primeira operação contra o grupo em 2020, quando prendeu o vereador Laete Jácome de Oliveira, pai da prefeita Damária, e outras seis pessoas. A própria prefeita, na época candidata a vice, chegou a ser foragida por ter contra ela aberto um mandado de prisão. Entre os presos também estava um cunhado dela, que era considerado foragido internacional.

Em junho de 2021, a segunda fase da operação prendeu, em Aracaju, outro irmão de Damária, Samuel Jácome, pelo crime de tráfico de drogas. A terceira fase terminou com a morte de dois irmãos e a prisão de mais um.
Os nomes dos quatro irmãos integravam parte da lista dos procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol). G1RN

whatsapp