AERONÁUTICA DÁ INÍCIO À PERÍCIA EM HELICÓPTERO QUE CAIU NO RN

A Aeronáutica começou nesta segunda-feira (6) a perícia no helicóptero que caiu em Currais Novos no domingo (5). Três pessoas morreram no acidente.

Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está no local para coletar informações e materiais que possam ajudar a entender o que causou o acidente.
Os técnicos que estão no local informaram que é preciso retirar os destroços do local para dar continuidade à perícia. Essa remoção só deve acontecer na terça-feira (7).
O prazo para conclusão da perícia e emissão do laudo não foi informado.
O acidente
O helicóptero se chocou contra uma rede de transmissão de energia e caiu dentro de um açude. A aeronave é da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). Em nota, a empresa informou que funcionários faziam uma "inspeção aérea de rotina" na região. Os três ocupantes morreram no acidente.
As vítimas são o piloto Juberson Coelho Coimbra, de 65 anos; e os inspetores de linha Robson Deusdette de Melo Araujo, de 35 anos e Francisco Wilson da Silva, de 52 anos. Wilson já havia perdido outros dois irmãos de forma trágica na cidade.
A aeronave, um Bell 206C, prefixo PP-MCJ, está em situação regular, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). G1RN

whatsapp