MAIS DE 50 MIL RAIOS ATINGIRAM O RIO GRANDE DO NORTE EM 2022

O Rio Grande do Norte foi atingido por mais de 50 mil raios entre os dias 1º de janeiro e 28 de março de 2022 - 338% a mais em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados do Climatempo foram divulgados pela Neoenergia Cosern.

Nestes três meses, o Centro de Operações Integradas (COI) da Cosern registrou 1.496 interrupções no fornecimento de energia elétrica provocada por raios, número que já supera o total de 2021, com 869 ocorrências.

"Estamos trabalhando de olho na previsão do tempo e com equipes de plantão reforçadas para solucionar todas as ocorrências no menor tempo possível e com toda segurança para nossos colaboradores", conta Osvaldo Tavares, superintendente de Serviços Técnicos da companhia.

Ainda segundo a Cosern, o caso que chamou mais atenção ocorreu entre o fim de fevereiro e o início de março. Na oportunidade, 799 descargas foram registradas ao longo de nove dias e danificaram 113 isoladores (estruturas no alto dos postes que seguram os cabos) numa linha de transmissão entre a Subestação Elétrica Major Sales, na região Oeste do RN, e a cidade de Icó, no Ceará.

Durante a substituição dos isoladores, foram instalados sensores inteligentes em pontos estratégicos da linha para agilizar o reparo em caso de novos danos provocados pelos raios.

Prevenção

O efeito de uma descarga atmosférica também pode comprometer as instalações elétricas de residências. Valfrido Holanda, gerente de Segurança da Neoenergia Cosern, destaca que "é recomendável que, durante uma tempestade acompanhada de raios, as pessoas retirem os aparelhos elétricos das tomadas como forma de prevenção a choques e danos nos eletrodomésticos".

A probabilidade de alguém morrer atingido por um raio é de 0,8 por 1 milhão por ano no Brasil, mas ela pode aumentar para a ordem de 1 para 1.000, dependendo de onde a pessoa está e o que está fazendo durante uma tempestade. O Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) aponta que 80% dos casos de mortes provocadas por raios podem ser evitados se as pessoas souberem como se proteger. G1RN


whatsapp