PREFEITURA DE PARAÚ APLICA 'FAKE NEWS' E FPM NÃO ESTÁ ZERADO; SALDO É DE 140.310,60

Ao lado esquerdo, mostra o extrato dos valores ICMS estadual / Lado direito, mostra valores que o município recebeu do FPM R$ 71.586,12 + 324.584,21 = 396.170,33 recebido até ontem (10/09/2021)
Da redação - Assú Notícia: A prefeitura de Paraú, que tem como chefe do executivo (por tempo indeterminado) Maria Olímpia, publicou recentemente em todas as rede sociais da gestão, que o Fundo de Participação dos Municípios - FPM, está/foi zerado por causa de bloqueios judiciais. A afirmação grifada nas redes sociais da prefeitura, não procede com o extrato que tivemos acesso no portal do Banco do Brasil.

No último dia 30 o município pagou apenas 50% da folha aos professores municipais, alegando falta de recursos para concluir a folha dentro do mês, pagar atrasado aos professores é um vicio da prefeita que vem se arrastando há mais de um ano pela atual gestora.

Na manhã de ontem, 10 de Setembro de 2021 a assessoria da prefeita solta nota nas redes sociais informando que as contas do município haviam sido zeradas, ocasionado por bloqueio judicial quando na realidade, do dia 1º deste mês até a presente data, foi creditado nas contas do município de Paraú a soma de R$ 620.070,49 quanto ao alegado bloqueio na conta do FPM, aconteceu o sequestro de R$ 115.683,73, referente a duas ordens judiciais nos valores de R$ 22.080,40 e R$ 93.603.33 respectivamente, conforme documento exibido pelo próprio município, enquanto que o credito efetuado pelo governo federal na conta do FPM foi de R$ 396.170,33.

O blog de posse destas informações, mostra que a prefeita falta com a verdade ao divulgar que bloqueios judicias zeraram as contas da prefeitura, o que não é verdade e a prefeita não está sendo transparente com os recursos que chegam ao município. 

O município de Paraú segue mal administrado e os professores vão penalizadas, recebendo seus proventos, divididos em duas e muitas vezes em três parcelas já no mês seguinte o que já é um grande absurdo. R$ 396.170,33 Soma do Crédito FPM -140.176,00 Desc. Previdência  -22.080,40 bloqueio judicial -93.603,33 bloqueio judicial  = 140.310,60 Saldo. E agora, o pagamento sai ?

Enquanto isso, têm funcionários trabalhando e cumprindo rigorosamente a carga horária, e recebendo apenas R$ 500 reais, ao qual, deveria receber um salário mínimo. Essa, é a gestão intitulada como mudança.


whatsapp