VÍTIMAS DE TRIPLO HOMICÍDIO EM ASSÚ, FORAM OBRIGADAS À DEITAREM ANTES DE SEREM ASSASSINADAS

Da redação - Assú Notícia: O triplo homicídio registrado na comunidade do Poré, na comunidade rural da cidade de Assú, aconteceu no final da tarde desta terça-feira 08 de junho de 2021, tendo três homens mortos no quintal de uma casa.

A reportagem do ASSÚ NOTÍCIA foi até o local do cenário de guerra, e constatamos várias informações de testemunhas que presenciaram o crime, e contaram para os policiais militares todo o teor da ação dos assassinos.

As três vítimas, estavam no quintal da casa, lavando um carro tipo Fox de cor vermelha e algumas motocicletas, quando homens chegaram fortemente armados a pé, renderam às três vítimas sendo identificadas como Mário Sérgio Alves de Assis, de 26 anos, natural de João Câmara, Francinildo Cortez, conhecido como Negão, de Mossoró e Camilo Pedro Fernandes, de 27 anos, natural de Assú. Os assassinos, após renderem às vítimas, iniciaram uma sequência de abordagens e verificação se os alvos estavam armados, e foram logo em seguida para um carro Fox de cor vermelha, onde fizeram várias revistas e subtraíram alguns objetos que estavam no veículo. Após isso, os assassinos também questionaram a identificação de cada um, e assim eles fizeram, contaram os nomes.

Os assassinos, ordenaram que Mário, Camilo e Negão, deitassem ao solo de bruços e foram executados com tiros de escopeta calibre 12 e tiros de pistolas, uma execução clara. A PM, esteve no local isolando o cenário do crime, e constatou que os três foram executados friamente, conforme modus operandis, de uma execução clara. 

Segundo a PM, havia informação de que um carro dava apoio aos homens que tinham a missão de fazer o triplo homicídio. Uma parente de uma das vítimas, estava no local e chorava bastante, dizendo 'tanto que ela pediu para você sair dessa vida'. certamente, fazendo alusão a envolvimento com algo de ilícito

A equipe do ITEP de Mossoró, foi acionada até o local, para fazer a remoção do corpo para os procedimentos. Os corpos já estavam cobertos e provavelmente tiveram os rostos atingidos por disparos de escopeta calibre 12.


whatsapp