MARIDO DA PREFEITA DE PARAÚ ERA QUEM DETERMINAVA PAGAMENTOS DE EMPRESAS E FUNCIONÁRIOS

Da redação - Assú Notícia:
O processo que segue sob administração do Ministério Público da comarca de Campo Grande, ocupa diversas páginas com escutas telefônicas em desfavor de Vicente Eufrásio, marido da prefeita de Paraú, Maria Olímpia.
O Ministério Público apurou que durante o período de investigação, Vicente Eufrásio, era quem autorizada os pagamentos aos prestadores de serviço, e até mesmo aos servidores. Podemos dizer que, ele escolhia a dedo a quem efetuar o pagamento dos serviços realizados.
Vicente Eufrásio, mantia contato direto do João Evaristo, responsável por cuidar do dinheiro que entrava e saia da prefeitura, e quem realizava os pagamentos através de transição bancária.
Em uma ligação efetuada por Vicente Eufrásio no dia 12 de Novembro de 2020, às 08h39 com duração de 1 minuto de 59 segundos, trata com João Evaristo, o pagamento do posto de combustíveis, como também a empresa de oxigênio, além de algo relacionado a saúde. A escuta telefônica, também trás informações que envolve uma pessoa por nome de Milena, que é filha de Antônio Leodecio, também preso na operação do Ministério Público.
A escuta telefônica, João Evaristo, fala para Vicente Eufrásio, que já efetuou alguns pagamentos e que iria olhar o saldo da conta para ver quanto tinha, para repassar para que Vicente tomasse conhecimento.
Em um trecho da ligação, Vicente Eufrásio, pergunta a João Evaristo, se Milena pagou lá; mas não especifica qual seria esse pagamento. João Evaristo logo responde Vicente, dizendo que não sabe, mas que tem que ver esse negócio de Milena. O ministério público ainda não sabe qual 'negócio' é esse dito por Vicente, já que ele desconfiava que o telefone estava grampeado, por isso que falava por códigos com os envolvidos na ligação. 

whatsapp