SUSPEITO DE MATAR OPERADOR DE CAIXA NO INTERIOR DO RN, SE APRESENTA À POLÍCIA E NÃO FICA PRESO

O suspeito de matar o operador de caixa Francisco Leonardo de Sousa, de 34 anos, no município de São Miguel, região Oeste do RN, se apresentou à polícia neste sábado (9) com um advogado e confessou o crime. Por não haver mais o flagrante e nem ainda um mandado judicial contra o suspeito, ele não foi preso.

O assassinato aconteceu na quinta-feira (7) dentro do próprio supermercado. Enquanto a vítima trabalhava, o suspeito entrou e disparou pelo menos quatro vezes. Francisco Leonardo morreu no local.
A Delegacia da Polícia de São Miguel segue com a linha de investigação de que a motivação do crime foi passional. A vítima estaria mantendo contato com a esposa do suspeito pelas redes sociais. Ao descobrir o caso, o homem teria adquirido a arma para matar Francisco.
"Ele confessou ter atirado no Francisco Leonardo e confirmou parcialmente a motivação. Ele disse que tinha ouvido falar que a vítima era uma pessoa violenta, fato que não há outros indícios nos autos, de que haveria algum histórico de violência. Mas foi a alegação do suspeito. Por isso, ele já foi armado, supostamente para conversar com a vítima. E na hora resolveu atirar", explicou o delegado Cristiano Gouveia, que investiga o caso.
O delegado explicou que o inquérito vai continuar e que pedirá a prisão dele na Justiça. "Eu já entendo que há provas suficientes, nos autos, do risco que o suspeito oferece para a sociedade, até pela natureza do crime. E a Polícia Civil deve pedir a prisão dele", disse.
Segundo a Polícia Civil, nem a vítima nem o suspeito possuem histórico de envolvimento em crimes.

O crime
Francisco Leonardo de Sousa, de 34 anos, que trabalhava como operador de caixa em um supermercado foi executado a tiros no local de trabalho na quinta-feira (7), no município de São Miguel. O crime foi registrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento e chocou moradores da cidade. O caso aconteceu por volta das 7h na rua Chico Otaviano, no centro do município.
As imagens registradas pelo sistema de segurança do estabelecimento mostram o momento em que o assassino chega ao local em uma motocicleta. Em seguida, ele atravessa a rua, passa pela porta do supermercado, saca a arma e aponta contra a vítima, que estava, aparentemente, contando dinheiro, no caixa.
Antes de qualquer diálogo ou reação da vítima, o criminoso atira pelo menos quatro vezes e foge logo em seguida. G1RN

whatsapp