POLÍCIA CIVIL SEQUESTRA BENS DE CASAL DE TRAFICANTES NO RN E IMÓVEIS SÃO AVALIADOS EM R$ 1,5 MILHÃO

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) cumpriram na manhã desta quarta-feira (30) uma decisão judicial para o sequestro de bens de um casal investigado por tráfico de drogas no estado. Três imóveis na Grande Natal foram sequestrados - eles estão avaliadas em R$ 1,5 milhão.

As granjas de luxo ficam localizadas nos municípios de Nísia Floresta e São José de Mipibu. De acordo com as investigações da Polícia Civil, elas foram adquiridas através do dinheiro do tráfico.
Os imóveis pertencem a um casal, que, de acordo com a Deicor, comada uma organização criminosa no Rio Grande do Norte.
Recentemente, sete suspeitos de participarem dessa organização foram presos, entre eles o líder do grupo, a quem pertence as granjas. A esposa, dele, no entanto, continua foragida da Justiça.
Investigações
Além do tráfico de drogas, o grupo é investigado por crimes de roubo e homicídio, entre eles o da empresária Flávia Magalhães da Rocha, que foi morta dentro de uma farmácia em Mossoró, na região Oeste, com cerca de 20 disparos de pistola. O crime aconteceu no mês de abril.
Segundo a investigação, o crime foi motivado porque o líder da organização criminosa e a mulher atribuíram as prisões anteriores deles à vítima. Foragida, a mulher comanda os esquemas da organização criminosa no lugar do marido atualmente, segundo a Polícia Civil. G1RN

whatsapp