RÉU É CONDENADO A 16 ANOS POR TER CONTRATADO PISTOLEIROS E MANDAR MATAR DESAFETO EM ASSÚ

João Cabeludo - Mandante do crime
Da redação - Assú Notícia:
O tribunal do júri popular, em mais uma sessão no dia desta quinta-feira 19 de Novembro de 2020, condenou João Batista de Moura, conhecido como 'João Cabeludo', por ter contratado dois pistoleiros para matar um desafeto, em 2018, no bairro Bela Vista, em Assú, no Oeste Potiguar.
Rosemilson Felipe e Aldemberg Gleyson - Material apreendido na época
João Cabeludo, contratou Rosemilson Felipe Santiago da Silva e Aldemberg Gleyson Tomas Lopes, para matar José Iltemberg. O pagamento feito pelo mandante, foi uma motocicleta no valor de R$ 3 mil reais.
Os pistoleiros receberam informações do paradeiro do alvo, e foram ao encontro da vítima no dia 16 de Junho de 2018, matando a vítima na calçada de casa, no bairro Bela Vista, com disparo de escopeta calibre 12. Jose Iltemberg morreu na hora.
Os pistoleiros fugiram, e foram presos em flagrante pelas equipes de policiais civis e militares que estavam na casa dos acusados, na rua coronel Francisco Martins, no Dom Elizeu. Uma espingarda calibre 12, cartuchos, drogas, rádio comunicador e a motocicleta usada no crime foram apreendidas.
José Iltemberg
Já o mandante, João Cabeludo, ao saber que os assassinos teriam sido presos, fugiu para a cidade de Baraúna, e foi preso meses depois, através de um mandado de prisão.
A sentença condenatória do réu, foi de 16 anos de prisão. Ele tem 62 anos e devido a pandemia, está cumprindo pena em casa, sendo monitorado por uso de tornozeleira eletrônica.

whatsapp