FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA DE PARAÚ LAVAM AVENTAIS DESCARTÁVEIS PARA REUTILIZAREM

Da redação - Assú Notícia: Uma foto enviada por um morador da cidade de Paraú, no Oeste do Rio Grande do Norte, confirma um ato que precisa ser investigado pelo Ministério Público, em relação ao uso de materiais descartáveis, que estão sendo lavados e reutilizados. Um perigo enquanto o Ministério da Saúde, recomenda que todo cuidado precisa ser redobrado para evitar a propagação do covid-19.
A foto mostra claramente os aventais usados, que foram lavados e estendidos no varal do hospital municipal de Paraú - sinalizando que foram usados, lavados e 'prontos' para serem reutilizados. O que mais chama atenção, é que esse material é proveniente de um contrato de aquisição feita pela prefeitura municipal na compra de 800 unidades, sendo cada uma custou R$ 14,00 reais, totalizando R$ 11.200,00 reais comprados apenas de aventais, justamente para o uso desaceráveis para evitar a propagação do vírus.
O ASSÚ NOTÍCIA manteve contato com várias fontes, que relataram serem orientados a lavarem o avental para reutilizar em outro atendimento - Algo literalmente contra as vigências da vigilância sanitária, organização mundial de saúde e até mesmo o ministério da saúde, que orienta todos os cuidados serem redobrados para evitar a proliferação do vírus.
O contrato assinado pela prefeita Maria Olímpia, mostra evidentemente que os aventais SÃO DESCARTÁVEIS, e os funcionários que usam o material, são orientados a lavarem e reutilizarem, algo altamente grave que precisa ser investigado. O boletim epidemiológico da prefeitura de Paraú, informa ter 03 casos suspeitos, 37 confirmados, sendo 24 curados, 11 em isolamento e 02 mortes decorrente da doença. Com o desserviço de usar um avental que foi comprado e sua função pós uso é descartar, a tendência é os casos aumentarem mais ainda com o 'procedimento' realizado pelos funcionários da área da saúde.

whatsapp